Câncer de próstata e câncer nos olhos: qual a relação?

01 novembro, 2021     Nenhum comentário     tech_4dmin

câncer nos olhos

E mais um novembro chegou! Como nos outros anos, ele vem pintado de azul, para lembrar a todos os homens da prevenção ao câncer de próstata. Vale lembrar que o período não é apenas para colorir o calendário e cumprir algumas pautas relacionadas ao tema, mas alertar sobre uma doença que, se não tratada com rapidez, pode até matar.

De acordo com o INCA (Instituto Nacional do Câncer), o câncer de próstata entre a população masculina representa 29% dos diagnósticos da doença no Brasil, apontando para 65.840 novos casos entre 2020 e 2022.

Mas qual a relação do câncer de próstata com os olhos? Devido à sensibilidade da região, a doença também pode acometer o sistema ocular.

Alerta para a metástase ocular

Esse tipo de câncer é um tumor que afeta a próstata, glândula localizada abaixo da bexiga. É o segundo tipo de câncer mais comum entre os homens, atrás apenas do câncer de pele. Embora os problemas nessa região sejam comuns, o desconhecimento e o tabu em torno do assunto impedem muitos pacientes de buscar ajuda médica.

E, quando o problema é descoberto, talvez já possa ser tarde demais.

A chance de desenvolver metástase a partir de um câncer de próstata é muito grande. De modo mais simples, a lesão tumoral se multiplica, atingindo outros órgãos, como é o caso do câncer nos olhos.

Alguns estudos indicam que a metástase vinda do câncer de próstata atinge a coroide, membrana que envolve o olho, mas podem também atingir o nervo óptico, a íris, corpo ciliar, retina e vítreo.

Sintomas do câncer nos olhos

É comum que durante o tratamento do câncer de próstata os pacientes apresentem queixas em relação à região ocular, como olho seco, vermelhidão, catarata e até mesmo algumas infecções. A medicação é forte caso esses sintomas estejam presentes.

No entanto, o médico deve ficar atento e monitorar o desenvolvimento de metástase, buscando indícios da doença nos olhos. Alguns deles são:

  • Manchas no campo de visão (podem ser pontos ou flashes de luz);
  • Perda parcial do campo visual;
  • Crescimento de um ponto escuro na íris;
  • Alteração da pupila;
  • Olhos abaulados;
  • Alteração da posição do globo ocular;
  • Mudança na forma como o olho se move dentro da órbita;
  • Comprometimento da visão.

Vale ressaltar que tumor nos olhos não é uma doença muito comum, como o câncer de próstata ou de mama. Porém, em sua maioria, ele aparece em decorrência da metástase de tumores em outros órgãos.

Como funciona o tratamento de câncer ocular?

Assim como em outros tipos de câncer, o objetivo do tratamento é preservar os olhos, tanto o tecido quanto a visão. Para entender a gravidade da doença, o médico deve realizar uma série de exames de forma a identificar o tamanho e a localização do tumor.

Com base nessas informações, é possível desenhar um plano terapêutico que inclui radioterapia, quimioterapia, laserterapia, imunoterapia e terapia-alvo. Dependendo da gravidade, é preciso realizar cirurgia para retirada do tumor e dos tecidos mais próximos.

Porém, há casos em que a remoção do olho se faz necessária, em virtude do avanço da metástase e da falta de efeito dos tratamentos anteriores.

 

Se você faz tratamento de câncer de próstata, não deixe de procurar seu oftalmologista para os exames complementares e condução do tratamento adequado, caso seja necessário. E, mesmo que você não esteja sentindo nada, não deixe de procurar o médico para fazer seu checkup de saúde.

Caso tenha dúvidas em relação ao câncer nos olhos, venha conversar com os especialistas do COA. A nossa equipe está preparada para atender diversas necessidades oftalmológicas.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 + 9 =

Cadastre-se em nossa newsletter