Desligue-se um pouco nesta quarentena!

10 abril, 2020     Nenhum comentário     tech_4dmin

celular e quarentena

Desde que entramos no período de quarentena, devido à pandemia do coronavírus, algumas pessoas têm passado o dia inteiro em casa, principalmente se podem trabalhar em regime de home office. 

O isolamento social é uma das medidas de prevenção mais eficientes contra o contágio do vírus. Por outro lado, ele pode potencializar situações de exagero de coisas que não fazem tão bem assim, como doces, celulares e computador.

Afinal,  sem o contato direto com outros indivíduos, as pessoas tem feito o uso do celular e/ou computador para se comunicar com muito mais frequência.

De acordo com um relatório feito pela DataReportal, os brasileiros passam, em média, um total de 9h 29 min por dia na internet – tanto no celular quanto no computador –  e 3h e 26min assistindo programas de televisão. Na quarentena, então, esses números podem aumentar, e muito.

Viver imersos na “era das telas” tem os seus benefícios mas, também, tem os prejuízos. A alta exposição à luminosidade pode gerar inúmeras consequências para a saúde dos olhos. E, como sempre, a diferença entre remédio e veneno está na dose: não é preciso parar totalmente; é só não exagerar.

Uma das coisas que a alta exposição a luminosidade pode causar é o desenvolvimento da sensibilidade ocular à luz. Basicamente, as pessoas com essa condição sentem muito desconforto quando estão em ambientes claros, seja em contato com a luz solar ou com a tela de algum dispositivo.  

A fotofobia, como essa sensibilidade também é chamada, é causada pelas células fotossensíveis presentes na retina. Nessa condição, elas não conseguem captar toda a luz do ambiente. Na maioria das vezes, ela é mais comum em pessoas que têm o olho claro, devido à pigmentação reduzida. Contudo, ela também pode ser efeito de alguma outra doença ocular como, por exemplo, a conjuntivite, ou consequência de outras condições, como a enxaqueca.

Todavia, a sensibilidade à luz não é o único problema causado pelo excesso de luminosidade.

Quais problemas o excesso de luz pode causar para os olhos?

Ficar muito tempo exposto à luminosidade, seja ela natural ou artificial – a luz presente, justamente, em computadores, tablets e celulares – pode trazer diversas complicações para a saúde dos olhos. 

Sabendo disso, conheça alguns problemas causados pela exposição à luz:

Cansaço ocular

Se engana quem pensa que os olhos também não ficam cansados. Essa é uma condição quase natural do órgão, já que o cansaço ocular é definido pelo uso frequente da visão.

Parece estranho, né? Mas é verdade: nossos olhos trabalham o tempo todo e, para o sucesso dessa empreitada, nós os forçamos para enxergar letras e imagens o tempo todo. Consequentemente, chega um momento em que a vista vai ficar cansada de tanto estímulo – e, nessa hora, é preciso dar um tempo para que os olhos se recuperem. 

Quando utilizamos muitos dispositivos luminosos, não damos esse tempo à vista. Ao contrário, a estimulamos ainda mais, de forma focada, fazendo com que os olhos se cansem com ainda mais rapidez.

Ressecamento dos olhos 

Além do cansaço, os nossos olhos, quando muito expostos à luminosidade, ficam ressecados. Normalmente, piscamos cerca de 15 vezes por minuto e, quando concentramos a visão, seja no computador ou celular, esse número é muito reduzido. 

O resultado disso é uma sobrecarga ocular que pode causar irritação e diminuição da lubrificação natural dos olhos. Pingar colírio por conta própria não é uma opção, já que, sem indicação médica, eles podem ser muito perigosos. 

 

 

Esses problemas podem ser evitados se os cuidados forem feitos de maneira correta. Durante a quarentena, evite passar muito tempo em contato com a luminosidade das telas e dê um tempo de descanso para os seus olhos. Embora não seja a exposição à luz, sozinho, um fator definitivo para o surgimento das condições adversas, já é uma boa se você conseguir evitá-lo. 

Uma dica é: a cada 50 minutos de exposição às telas, tire dez minutos de descanso ocular – não é para ir para o celular, TV ou livro, e sim para descansar a visão de qualquer estímulo. Tome um café, tire uma soneca e, a longo prazo, caso note alguma alteração emergencial, entre em contato com um oftalmologista.

O COA está com os serviços suspensos devido à pandemia de coronavírus, mas temos equipe de plantão para fazer atendimentos de urgência. 
Se precisar, entre em contato com a gente e acesse o nosso blog para outras informações.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 − 7 =

Cadastre-se em nossa newsletter