Maculopatia: o que é, quais os tipos e como tratar?

28 julho, 2021     Nenhum comentário     TWM

Existem diversos tipos de maculopatia, mas todas devem ser tratadas com atenção e cuidado. A mácula desempenha um papel importante na visão, por isso patologias nessa região são importantes. 

Não importa qual seja a causa: maculopatia tem tratamento e prevenção. Por isso, vale sempre reforçar: consulte-se com seu oftalmologista! 

A prevenção é sempre o melhor remédio. Manter os exames de vista sempre atualizados ajuda a prevenir a maculopatia e facilita o tratamento!

O que é maculopatia?

A maculopatia é qualquer tipo de doença que afeta a mácula, pequena área do pólo posterior da retina. Problemas na mácula podem causar até cegueira! 

Os sintomas de maculopatia dependem dos tipos da doença. Como maculopatias podem ser causadas por diversos fatores, os sintomas também diferem entre si.

Quais são os principais tipos de maculopatia?

Cada tipo de maculopatia demanda cuidados específicos e tratamentos personalizados. Confira os principais!

#1. Maculopatia diabética

O diabetes é uma doença séria! Complicações da doença podem causar maculopatia diabética, afetando toda a retina ou apenas parte dela. 

A maculopatia diabética também pode ser chamada de retinopatia diabética. Falamos mais sobre ela aqui neste artigo. 

#2. Maculopatia degenerativa

A maculopatia degenerativa, também conhecida como degeneração macular ou degenerescência macular da idade, é uma das principais causas da perda de visão em pessoas acima de 65 anos.

O envelhecimento é a principal causa da maculopatia degenerativa, mas outros fatores de risco podem estar envolvidos, como tabagismo e colesterol alto. 

A maculopatia degenerativa pode estar dividida em duas formas: a seca (progressão lenta, corresponde à 90% dos casos) e a úmida (mais rara, tem progressão rápida). 

Por isso, além de manter frequentes as consultas ao oftalmologista, reforce também os cuidados com a alimentação e evite hábitos prejudiciais como o tabagismo e o consumo de álcool em excesso. 

#3. Maculopatia miótica

Ocorre secundária à miopia, e pode estar associada a outras doenças, como a catarata, descolamento de retina, glaucoma, e até algumas doenças sistêmicas, como Síndrome de Marfan e Sticklers. 

Como principal sintoma, o paciente com maculopatia miótica apresenta embaçamento da visão central.

#4. Maculopatia pós facectomia

A maculopatia pós facectomia é uma possível complicação da cirurgia de catarata. Também chamada de edema macular cistóide, a doença é causada pelo acúmulo de líquidos na região da mácula.

Como sintomas, o paciente pode apresentar redução da acuidade visual. O tratamento depende da gravidade da doença e o paciente deve ser avaliado cuidadosamente. 

#5. Maculopatia traumática

Sabia que a maculopatia pode aparecer após um traumatismo? Traumas contusos como socos podem causar danos na mácula, ocasionando um buraco na região.

Para tratar a traumática, pode ser necessário que o paciente passe por cirurgias, principalmente se há complicações como descolamento da retina ou hemorragias.

#6. Maculopatia solar

Essa vai para quem não gosta de usar óculos! Ela acontece após a observação direta do sol por tempo prolongado. Por isso, evite observar o sol sem proteção ou por mais do que alguns segundos! 

Entre os sintomas da estão a redução na acuidade visual, metamorfopsias (distorção da visão), fotofobia, discromatopsia (alteração na visão de cores), escotomas (perda momentânea da visão) e dor nos olhos. 

Como tratar as maculopatias?

Cada uma demanda um tratamento diferente. Por isso, para tratar o problema é recomendado correr para um oftalmologista de sua confiança! O médico fará a avaliação diagnóstica e intervirá da melhor maneira.

Não espere que o problema passe sozinho ou menospreze possíveis complicações. O tratamento pode ser simples, mas algumas maculopatias levam até à perda da visão.

Aqui no COA, Centro de Oftalmologia Avançada, temos profissionais especialistas e sempre atualizados. Também dispomos de tecnologia de ponta e equipamentos modernos para qualquer exame ou intervenção cirúrgica que se faça necessária.

Procura por um atendimento de qualidade para a sua saúde ocular? Agende seu horário no COA!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − 4 =

Cadastre-se em nossa newsletter