Correção de miopia é para todo mundo?

25 dezembro, 2018     Nenhum comentário     tech_4dmin

Estatísticas da Organização Mundial da Saúde (OMS) estimam que 30% da população mundial com menos de 40 anos precisa ou necessitará de óculos para corrigir problemas de visão como miopia, astigmatismo, hipermetropia e presbiopia.

Nos últimos anos, a cirurgia de correção de grau tem se tornado uma alternativa para diversas pessoas que desejam corrigir definitivamente a miopia. Mas será que qualquer pessoa pode fazer?

A resposta é “não”. Existem critérios de elegibilidade para o procedimento e algumas contraindicações. Listamos abaixo quais são eles.

Confira:

Indicações para realizar a cirurgia de correção de miopia

  • Ela é indicada para quem usa óculos ou lentes de contato e está disposto a ser submetido ao procedimento;
  • A cirurgia é indicada para maiores de 18 anos, pois é a partir dessa idade que costuma ocorrer a estabilização do grau. Em alguns casos é recomendado aguardar até os 21 anos;
  • Fatores como a curvatura e a espessura corneana, assim como seu formato, são importantes, além de serem “critérios eliminatórios” para mostrar quem pode e quem não pode se submeter a esse tipo de cirurgia. A córnea não pode ser muito delgada, pois o laser faz uma ablação nela, então é imprescindível que se respeite um leito corneano mínimo suficiente, que permita a manutenção de sua rigidez e forma, evitando assim que hajam futuras complicações decorrentes do procedimento;
  • A estabilidade do grau também é fundamental. Geralmente, é preciso ter uma variação menor de 0,50 graus em um ano. Contudo, quando a pessoa tem mais de seis graus, é indicado aguardar não apenas essa estabilidade, mas, também, serem completados 21 anos de idade, pois pode ocorrer uma progressão tardia de grau nesses casos;
  • Ainda existem limites para a capacidade do laser e eles devem ser respeitados. Portanto, graus muito elevados não são corrigíveis. Para a miopia, o procedimento é recomendado para pessoas com até 10 graus. Nos casos de hipermetropia e astigmatismo, seis graus.

Doenças oculares que impossibilitam a cirurgia

Existem algumas doenças que tornam o paciente inelegível para a realização da cirurgia de correção de miopia. São elas: o ceratocone, a diabetes descompensada, o herpes ocular, a ambliopia severa, as distrofias corneanas e as doenças autoimunes mais graves, como Lúpus Eritematoso Sistêmico ou Artrite Reumatóide.

Além disso, durante a gestação ou a amamentação também não é possível realizar o procedimento.

Não posso operar, e agora?

Calma!

Não poder realizar a cirurgia de correção de miopia não é o fim do mundo. É possível conviver com essa condição, mantendo a saúde ocular com o uso de óculos ou lentes de contato.

Há alguns séculos, um diagnóstico de problema de visão era sinônimo de aposentadoria, mas, hoje em dia, existem as mais diversas opções de óculos e lentes no mercado. Eles podem até mesmo realçar o estilo e se tornar um acessório… e é por isso que muitas pessoas que não tem problema de visão compram óculos sem lente de grau só para poder usar alguns dos modelos disponíveis no mercado para dar um charme ao visual.

Uma outra opção, para os que se adaptam a ela, são as lentes de contato. Elas são encontradas para as mais diversas necessidades de correção visual e oferecem praticidade e liberdade, principalmente para os mais esquecidos, que nunca se lembram onde deixaram os óculos.

Independente de estar elegível ou não para realizar a cirurgia de correção de miopia, é essencial realizar a visita oftalmológica anual. Inclusive, é apenas a partir do diagnóstico médico que você vai saber quais são suas possibilidades de tratamento.

Fazer um acompanhamento periódico é de grande importância para a sua saúde. Por isso, conte sempre com o COA.

 

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 − 8 =

Cadastre-se em nossa newsletter