Por que nossos olhos enxergam cor?

16 janeiro, 2019     Nenhum comentário     tech_4dmin

A visão é um dos principais sentidos do corpo humano, sendo responsável pela maioria dos estímulos que promovem nossa interação com o universo. Tudo que nos cerca está cheio de cores e luzes que atraem os nossos olhares para aquilo que é realmente vibrante e colorido.

Você já parou para pensar em como isso acontece?

Antes de falarmos sobre o processo que envolve olhos e as cores, é preciso entender como elas se formam. A cor é a impressão causada nos olhos pela luz solar, sendo percebida através do seu comprimento de onda pelo cérebro.

A cor natural, que chamamos de branca, é a união de todas as cores visíveis ao olho humano, compostas pelos espectros de vermelho, laranja, amarelo, verde, azul, anil e violeta. Já o preto é ausência de luz, ou seja, a inexistência de cor, já que ela não consegue refletir luminosidade em qualquer objeto.

O que diferencia uma tonalidade da outra é apenas um fenômeno físico chamado “comprimento de onda”. As cores são ondas que vibram em velocidades diferentes. Quanto mais rápida ela é, mais azulada fica; mas, se fica mais lenta, mostra tons avermelhados.

Como as cores chegam aos nossos olhos

As cores, na verdade, não existem: elas são fabricadas pelo nosso cérebro. Pode parecer uma informação impactante e cheia de mistério, mas o que ocorre é que as tonalidades só aparecem na presença da luz. Sem ela não há cor, mas apenas um espaço vazio representado pelo preto.

Tudo que enxergamos é colorido, pois a luz branca é a mistura de várias cores. Quando vemos uma maçã, por exemplo, visualizamos o vermelho e não o azul. Isso acontece porque a cor não está no objeto, mas é refletida quando ele é iluminado por uma luz branca que absorve todas as cores, expondo somente o vermelho. É essa luz que chega aos nossos olhos.

Quando você olha um objeto, a sua imagem atravessa a córnea e depois a íris, que é a responsável por regular a quantidade de luz recebida pela pupila. Após passar pelo cristalino, a imagem é focada sobre a retina, de forma invertida, sendo consertada pelo cérebro para que enxerguemos qualquer coisa da forma que ela realmente é.

Ao chegar na retina, existem algumas células bem pequenas que emitem informações para o cérebro: os bastonetes funcionam em lugares mais escuros, enquanto os cones se adaptam à luz e são responsáveis pelas imagens coloridas que captamos do mundo.

No entanto, uma mesma cor nunca é igual para cada pessoa. Isso acontece porque as densidades de recepção da luz variam de um indivíduo para outro. Assim sendo, o nosso cérebro produz as cores, o que gera variações para cada observador: a mesma tonalidade de azul que você vê pode não ser a mesma vista pelo seu amigo.

Portanto, da próxima vez que a internet vier com um desafio no estilo “de que cor é esse vestido?”, lembre-se do que estamos falando agora.

E os daltônicos?

Quando falamos em percepção de cor, logo pensamos em uma condição chamada daltonismo, grau de deficiência nas células da retina que identificam a luz. Os daltônicos são conhecidos por confundirem o vermelho e o verde. No entanto, esse é apenas um dos sintomas dessa disfunção.

O daltonismo é um distúrbio da percepção visual identificado pelo não-funcionamento dos cones, responsáveis pela diferenciação das cores. As pessoas com esse problema sentem dificuldade em apontar a diferença das tonalidades, como dois tons de vermelho ou laranja que são mais próximos.

A confusão existente entre verde, vermelho, azul e amarelo, se dá pelo motivo de todas serem cores oponentes. Para os daltônicos, a deficiência nas células que reconhecem essa oposição faz com que eles tenham menos capacidade de perceber suas diversas tonalidades.

 

Resumindo, nossos olhos captam luzes e cores de formas diferentes. O mais importante é cuidar bem deles, preferencialmente com um médico oftalmologista, para que qualquer cor seja nítida e maravilhosa.

Entre em contato com o COA e agende sua consulta!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × 1 =

Cadastre-se em nossa newsletter