A relação entre o olho seco e a gravidez

18 dezembro, 2018     Nenhum comentário     tech_4dmin

Durante a gravidez, as mulheres passam por grandes mudanças físicas, emocionais, hormonais e até mesmo metabólicas. O turbilhão de hormônios e todas essas alterações podem impactar a saúde dos olhos, provocando a Síndrome do Olho Seco, visão embaçada ou até mesmo o aumento (ou a diminuição) no grau da lente, no caso de pacientes previamente míopes. Não são condições que acontecem sempre, ou com todas as grávidas, mas, em geral, são sintomas transitórios e que não devem ser motivo de preocupação.

A Síndrome do Olho Seco ocorre por uma mudança na quantidade de lágrimas que lubrificam os olhos. Ela é uma consequência da maior concentração de estrógeno no corpo da gestante. Com isso, os olhos ficam mais sensíveis à luz, irritados e secos, além de poder causar uma sensação de que há um corpo estranho nos olhos, como uma areia.

Esse incômodo pode ir e vir durante a gravidez, mas, para as gestantes que usam lentes de contato, o olho seco pode atrapalhar mais. Nesse caso, é importante procurar o oftalmologista para que ele realize um exame e avalie o melhor tratamento.

Para aliviar o desconforto causado pela Síndrome, é importante não permanecer muito tempo em ambientes com ar-condicionado e evitar a aplicação de soro fisiológico, pois ele tende a irritar os olhos por conter sal em sua composição. Uma ótima opção são as lágrimas artificiais (lubrificantes oculares). Mas nada de sair comprando remédio sem antes consultar um especialista! Consulte seu ginecologista – mesmo remédios de uso tópico podem conter substâncias prejudiciais ao bebê – e seu oftalmologista para a decisão do protocolo a ser seguido.

Outras soluções que podem ajudar a aliviar os sintomas são:

  • dormir com um umidificador no quarto;
  • manter plantas nos ambientes de casa ou do trabalho, pois elas ajudam a deixá-los menos secos;
  • evitar a exposição ao vento, à fumaça e ao clima muito seco.

Lembre-se, também, de piscar muito quando estiver na frente do computador ou da televisão.

Outras alterações oftalmológicas durante a gravidez

Ao longo da gestação, algumas grávidas adquirem intolerância às lentes de contato. Isso ocorre devido ao aumento da espessura e da curvatura da córnea, então é importante estar atenta à indícios como: visão embaçada, perda de nitidez, dificuldade para ler e dirigir ou dor de cabeça.

São sintomas que podem indicar uma variação no grau da lente e que costumam desaparecer após a chegada do bebê. Além disso, segundo pesquisas, principalmente nos últimos três meses de gravidez, a sensibilidade da córnea diminui, o que causa uma maior sensibilidade à luz.

Algumas grávidas podem notar pontos pretos, brilhantes ou sentir a visão mais manchada. Nesses casos é importante procurar um médico, pois estes são sinais de pressão alta durante a gravidez, a chamada pré-eclâmpsia. Além desses pontinhos, outros efeitos são os flashes de luz e as chamadas moscas volantes, pequenas manchas que se movimentam pelo campo de visão.

Inchaço nas pálpebras não é algo comum, mas pode acontecer como consequência da elevação das taxas de progesterona, o hormônio da gravidez. Durante a gestação o sangue circula mais, então, tanto a córnea quanto a pálpebra podem apresentar inchaço. Além disso, a retenção de líquido típica da gravidez ajuda nesse quadro.

É sempre importante estar atenta aos sintomas e procurar um especialista imediatamente. Realizar uma avaliação com o oftalmologista em conjunto com o obstetra é essencial e pode ajudar a indicar o melhor tratamento para mãe e bebê.

Em geral, os desconfortos oculares que surgem durante a gravidez costumam regredir alguns meses após o nascimento da criança, mas existem casos em que eles se tornam permanentes. De qualquer forma, é recomendado que a mãe retorne ao oftalmologista passadas as semanas iniciais da chegada do bebê para que ele possa fazer uma nova avaliação.

Tem alguma dúvida sobre a saúde oftalmológica durante a gestação? Agende seu horário no COA e venha conversar com um de nossos especialistas.

 

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove − dezoito =

Cadastre-se em nossa newsletter