3 filmes sobre saúde ocular

29 novembro, 2021     Nenhum comentário     tech_4dmin

filmes sobre saúde ocular

Não dá para fechar os olhos quando o problema é a saúde ocular! Atualmente, estima-se que a cegueira afete 39 milhões de pessoas em todo o mundo – e que 246 milhões sofram de perda moderada ou severa da visão.

Muitos descobrem essa condição logo ao nascer, enquanto outros perdem a acuidade visual ao longo da vida, o que torna mais complicada sua aceitação. Afinal, para quem já experimentou as cores e as luzes, é mais difícil de se adaptar a um mundo sem esses elementos.

Porém, em meio às dificuldades causadas pelos problemas oculares, sempre temos casos de superação e lições que servem para várias gerações. Vez ou outra, algumas histórias são contadas em forma de filme, um presente que o cinema nos oferece para reflexão.

Selecionamos três filmes que falam sobre a saúde ocular para te fazer dar ainda mais valor a esse sentido já tão importante. Esperamos que você se divirta na próxima sessão pipoca!

Blink – Num piscar de olhos

Esse filme de 1994 conta a história de Emma Brody, violinista que ficou cega aos 8 anos, quando foi agredida pela mãe. Após 20 anos, ela faz uma cirurgia que restaura parte da visão, mas, infelizmente, é afetada por um retardo de percepção. Assim, ela vê algo e só tem consciência do fato algumas horas mais tarde.

Certa noite, ela acorda e olha através da porta entreaberta, vê uma figura sombria descendo as escadas. Convencida de que sua vizinha foi assassinada, ela vai até a polícia. O detetive encarregado do caso não lhe dá crédito, pois, como não enxerga bem, pode ter se confundido.

Porém, outras duas mortes seguem o mesmo padrão. Emma passa a ter sua vida ameaçada – e o detetive tem que descobrir o motivo dos assassinatos antes que outras tragédias aconteçam.

Janela da Alma

Janela da Alma é um premiado documentário do cineasta brasileiro João Jardim que conta a história de 19 pessoas com diferentes graus de deficiência visual, indo desde a miopia discreta à cegueira total.

Dentre os depoentes estão o escritor e prêmio Nobel José Saramago, o músico Hermeto Paschoal, o cineasta Wim Wenders, o fotógrafo cego franco-esloveno Evgen Bavcar, o neurologista Oliver Sacks, a atriz Marieta Severo, o vereador Arnaldo Godoy, entre outros, falam como se veem, como veem os outros e como percebem o mundo.

Além disso, eles fazem revelações pessoais e inesperadas sobre vários aspectos relativos à visão: o funcionamento do olho, o uso de lentes e suas implicações sobre a personalidade e o significado de ver ou não ver em um mundo repleto de imagens.

Notas sobre a cegueira

O documentário britânico Notas sobre a Cegueira apresenta o teólogo John Hull (1935) que, na adolescência, teve os primeiros sinais de catarata e evoluiu para perda total da visão, que ocorreu em 1983.

Para ajudar a compreender as mudanças profundas em sua vida, Hull, com a ajuda de um gravador, começa a documentar suas experiências. O diário falado resulta na publicação de seu livro Touching the Rock: An Experience of Blindness, publicado em 1990.

 

Embora a gente ainda veja algumas películas que romantizam a condição da cegueira, a realidade é difícil para quem perde a visão. Em muitos casos, a doença pode ser controlada, bastando apenas visitar o oftalmologista periodicamente para detectar condições adversas de forma precoce.

Já agendou a sua consulta? A equipe do COA está te esperando. Entre em contato com a gente!

 

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove + dez =

Cadastre-se em nossa newsletter