Alongamento de cílios: cuidados para não prejudicar os olhos

12 novembro, 2020     Um comentário     tech_4dmin

alongamento de cílios

Cílios de boneca sem a necessidade de passar rímel todo santo dia: seria tudo de bom, não é mesmo? Já faz um tempinho que a moda do alongamento de cílios vem conquistando mulheres e homens que querem dar ao olhar um charme a mais.

A técnica valoriza o olhar, é verdade, deixando-o marcante e chamativo. Mas não podemos nos esquecer que a sua aplicação é realizada em uma área extremamente sensível e delicada: os olhos.

Por isso, se alongar cílios estiver em seus planos, é preciso tomar alguns cuidados! O procedimento, por mais simples que seja, não pode colocar a saúde ocular em risco.

Você sabe qual é função dos cílios?

Assim como tudo que há no corpo, os cílios também têm a sua funcionalidade. Existe uma altura normal dos cílios, que é de, aproximadamente, um terço da altura dos olhos. Isso permite que eles exerçam o papel de proteger os olhos da poluição, sol, poeira e outras partículas que possam agredir a córnea e ressecar a região ocular.

E não para por aí. Normalmente, temos de 90 a 160 fios na pálpebra superior e 80 na inferior. Isso possibilita que a curvatura dos cílios seja programada para que eles se toquem durante as milhares de piscadas que damos durante o dia, sem que um interfira no outro. Ou seja, eles não embolam e nem fazem nó. Tudo funciona de forma perfeita e natural.

Ao fazer uso constante de cílios volumosos e longos, você pode estar prejudicando a saúde ocular. O excesso de fios impede a circulação de ar, propiciando o ressecamento dos olhos.

Além disso, o peso dos fios artificiais muda a curvatura dos cílios, fazendo com que eles se toquem de maneira diferente, tendo mais atrito ao ponto de arranhar a córnea. Sem contar que a cola utilizada no processo pode gerar outros tipos de lesões.

Dá pra fazer alongamento de cílios e preservar a saúde dos olhos?

Pra começar, é preciso deixar claro que nossa intenção, aqui, não é ser contra ou a favor do alongamento de cílios ou qualquer outro procedimento estético na região dos olhos. Nosso dever é alertar: um serviço mal feito pode acabar com toda a beleza do olhar.

Quando feito sem a perícia necessária, o alongamento de cílios pode causar irritações e até problemas oculares sérios, como conjuntivite e ceratite, que é uma inflamação da córnea.

Para evitar que um simples procedimento estético se transforme em uma complicação, siga essas dicas:

  • Verifique o histórico do local onde vai realizar o procedimento, observando elogios e reclamações dos clientes, qualidade dos produtos utilizados e outras informações que julgar necessárias;
  • Antes de começar a aplicação, peça ao responsável pelo processo para fazer um teste prévio da cola no antebraço. Assim você saberá se tem alguma alergia;
  • Confirme se a cola não tem derivado de formol na sua fórmula;
  • Para quem usa lentes de contato a atenção deve ser redobrada. Por ter uma menor sensibilidade da córnea, os problemas podem ser percebidos tardiamente;
  • Opte por profissionais capacitados e que respeitem todas as normas de segurança e higiene.

Por fim, bom senso, equilíbrio e cautela devem ser priorizados na hora de realizar o procedimento.  Assim sendo, evite exagerar no tamanho e quantidade de fios para não prejudicar a proteção do cristalino.

E se você quer realmente fazer essa técnica, o recomendado é que converse antes com o oftalmologista para conhecer, em detalhes, os riscos e os cuidados relacionados a essa prática.

Caso você sinta algum desconforto após o alongamento de cílios, como dor, vermelhidão, sensibilidade à luz, visão embaçada e inchaço, procure atendimento médico imediatamente.

 

Nós, do COA, estamos aqui para te ajudar a proteger e cuidar da visão. Entre em contato com a gente e marque uma consulta.


Uma resposta para “Alongamento de cílios: cuidados para não prejudicar os olhos”

  1. Gabriela disse:

    otimas dicas ameii todas !!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × dois =

Cadastre-se em nossa newsletter