Astros de rock com problemas de vista

14 julho, 2022     Nenhum comentário     tech_4dmin

O dia nacional do rock é comemorado anualmente em 13 de julho no Brasil. Já os americanos preferem celebrar a data em 9 de julho. Independentemente do dia, essa é uma homenagem ao estilo musical que revolucionou não somente a música no mundo, mas, também, o comportamento social e da juventude pelas gerações.

Por mais que nossos astros sejam adorados por milhões de fãs, as estrelas do rock são gente como a gente – e também passam por problemas de saúde ocular.

A utilização de óculos, principalmente os escuros, nem sempre tem a ver com estilo (tudo bem, depois acaba virando tendência…). Às vezes, é mais uma necessidade de correção e conforto visual. Isso porque as doenças oculares podem acometer qualquer pessoa, gerando distúrbios na visão.

O que são  doenças oculares?

Doenças oculares são problemas oftalmológicos provocados por inúmeros motivos, desde causas genéticas até hábitos e estilo de vida, como estresse, exposição ao sol e consumo de cigarro, por exemplo.

A visão é um dos sentidos mais importantes e complexos do corpo humano, sendo responsável por 85% das informações processadas no cérebro. Contudo, a médio e longo prazo, hábitos ruins podem causar, entre outras coisas, dificuldade na visão e, em casos mais graves, a cegueira.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 285 milhões de pessoas são visualmente impactadas ao redor do globo, sendo que entre 60% a 80% dos casos podem ser tratados e evitados.

Embora seja possível desenvolver outros sentidos em sistema de compensação, a visão é extremamente importante para quem trabalha com música. Afinal, nesse ramo, é preciso lidar com uma série de elementos como partituras, ajustes de instrumento e movimentação no palco entre tantas outras atividades que envolvem a profissão.

No Dia Mundial do Rock vamos falar um pouquinho sobre as doenças oculares vividas por três astros do rock. Veja:

Bono Vox

Vocalista da banda irlandesa U2, Bono Vox tem glaucoma há mais de 20 anos e, por isso, nunca tira os óculos escuros.  

Trata-se de  uma doença caracterizada pelo aumento da pressão intraocular, que provoca o endurecimento do globo e determina uma compressão no nervo óptico. Seu principal efeito colateral é a diminuição da acuidade visual.

Apesar de não ter cura, o glaucoma tem tratamento a partir do controle da pressão ocular (geralmente por meio do uso de colírios específicos).

John Lennon

O ex-Beatle marcou uma geração com suas músicas e, mesmo após 40 anos de sua morte, ainda continua influenciando fãs da da nova geração, não somente pelo estilo do rock, mas, também, por seu visual.

Os óculos em formato arredondado se tornaram marca registrada do cantor. O que muitos não sabem é que Lennon se recusou durante anos a usar o acessório, mesmo sendo completamente míope, uma condição em que objetos distantes aparecem desfocados.

Além do uso de óculos, a miopia pode ser tratada através da cirurgia refrativa a laser.

David Bowie

Já David Bowie, que chamava atenção pelos olhos de diferentes cores, tinha anisocoria, um fenômeno em que uma das pupilas é mais dilatada, impedindo que a íris reflita a mesma cor que o outro olho.  

A condição nem sempre requer tratamento, sendo que alguns pacientes vão apresentar essa característica pelo resto da vida.

Gostou do post? Não esqueça de compartilhar com aquele/aquela amigo(a) fã de um bom rock’n’roll! E, lembre-se: para qualquer condição oftalmológica, buscar o diagnóstico médico é essencial para o tratamento da doença ocular. Por isso, o COA se coloca à sua disposição para dúvidas, consultas, exames e, caso necessário, prescrição de medicamentos.

Entre em contato com a gente e marque sua consulta!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 + onze =

Cadastre-se em nossa newsletter