Comida para enxergar melhor… existe?

18 janeiro, 2018     Nenhum comentário     tech_4dmin

 

Início de ano é sempre meio padronizado: lista de resoluções, energia renovada para o trabalho e dieta! A maioria de nós se sente impelida a mudar hábitos alimentares, muito por causa dos excessos causados pelo fim de ano. 

Não queremos entrar no mérito da estética, porque acreditamos que cada um pode ser feliz com o corpo que quiser – desde que seja um corpo saudável –, mas queremos reforçar que uma boa educação alimentar pode promover resultados que vão bem além da balança.

E, no caso específico da nossa causa, a saúde dos olhos, um prato colorido pode te ajudar a enxergar melhor, evitar a síndrome do olho seco e adiar a catarata.

Ou seja: comer bem faz, sim, você ter mais saúde oftalmológica! Vamos te mostrar nesse post o que não pode faltar no seu prato para que sua visão esteja cada dia melhor.

Comendo com os olhos – ou quase isso

Lembra da sua avó te dizendo que você não deve comer com os olhos, fazendo uma clara referência à gula? Isso significava, lá atrás, que era errado comer só por achar a comida bonita e, muitas vezes, colocar no prato mais do que a gente podia aguentar. 

Revisitamos a expressão comer com os olhos para dar a ela uma nova aura: a de comer aquilo que vai deixar seus olhos mais saudáveis e vivos e, ainda, acalentar seu estômago, porque não há nada mais gostoso no mundo do que comida fresca e natural!

Para que sua visão esteja sempre tinindo, de agora em diante preste bastante atenção nas vitaminas, pois são elas que vão evitar o olho seco, doenças oculares como a catarata e afastar bastante os incômodos das alergias e mudanças de temperatura.

Com esse objetivo, coloque os seguintes alimentos na sua próxima lista de compras:

       cenoura (rica em vitamina A e rodopsina, pigmento roxo que nos ajuda a enxergar melhor em baixa luz);

       laranjas (vitamina C);

       kiwi (vitamina C);

       morango (vitamina C);

       amêndoas e amendoins (ricos em vitamina E e antioxidantes contra a catarata);

       couve (rica em luteína, um nutriente que também está na nossa retina);

       espinafre (também rico em luteína).

Todos esses alimentos são de consumo recomendado a qualquer idade – e não apenas em pessoas já com a saúde ocular comprometida, mas como forma de prevenção de muitos males oftalmológicos. 

Aliás, vale lembrar quevale lembrar que alimentos ricos em ômega 3, como peixes e semente de linhaça, são ótimos para a dieta de quem quer enxergar melhor, já que seu importante componente DHA (ácido docosahexaenóico) traz benefícios à saúde dos olhos.

Comer bem tem mais efeito preventivo que remediador, apesar de ser também uma prescrição médica para pessoas enfermas. Em todo caso, para os olhos, algumas síndromes ou doenças necessitam de terapia medicamentosa aliada à boa alimentação para trazer resultados, mas isso não significa que você não possa ou precise se alimentar bem desde já, quando seus olhos ainda estão 100%.

Aproveite que o ano está só começando para criar mais um hábito saudável, que é a atenção alimentar. Os benefícios da adoção de uma boa dieta, bem nutritiva e colorida, no seu cardápio diário vão ser sentidos pelo seu corpo como um todo, e não só pelos olhos ou pelas roupas mais largas. 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

onze − 7 =

Cadastre-se em nossa newsletter