Doenças pré-existentes aumentam a necessidade de acompanhamento com oftalmologista

23 maio, 2023     Nenhum comentário     tech_4dmin

Sabia que doenças pré-existentes trazem efeitos na visão? Diabetes, lúpus, pressão alta e outras podem levar à doenças oftalmológicas como a retinopatia, o glaucoma e a catarata. Continue a leitura e entenda a relação!

Você sabia que muitas doenças existentes no nosso organismo podem trazer sérias consequências para a visão?

Como muita gente já sabe, nosso corpo é todo conectado e por isso uma condição específica pode ter relação direta com a saúde dos olhos.

Assim, pacientes de determinadas doenças pré-existentes, como por exemplo a diabetes, devem não apenas tratar da doença, como também manter um acompanhamento regular com o oftalmologista.

Por ser um tema grave, mas desconhecido da população em geral,  apresentaremos algumas doenças do corpo que impactam na saúde ocular do paciente.

Confira a listagem a seguir:

Diabetes

A diabetes é uma condição crônica em que o corpo não consegue mais produzir ou utilizar a insulina, um hormônio responsável por regular a quantidade de açúcar (glicose) no sangue.

De maneira geral, a insulina é a chave que abre a célula para a glicose entrar e virar energia, promovendo o funcionamento do organismo.

Como no diabético esse recurso não existe, há um aumento de açúcar que  circula no sangue, que pode ocasionar a retinopatia diabética.

A retinopatia diabética é uma complicação que afeta pequenos vasos da retina, região do olho responsável pela formação das imagens.

O surgimento da doença está diretamente ligado ao descontrole da glicemia, o que pode, em situações mais graves, levar o paciente à cegueira.

Por isso, quanto mais cedo se descobre lesões na retina, melhor é a administração do tratamento que auxilia na contenção da deterioração da visão.

Obesidade

A obesidade é um distúrbio cuja principal característica é o excesso da gordura corporal, aumentando o risco de problemas de saúde corporal e, também, ocular.

As causas para essa doença podem ser muitas, dentre as principais estão a falta de uma dieta balanceada e exercícios físicos e até mesmo predisposições genéticas e biológicas.

Nesse sentido, a obesidade pode se relacionar e contribuir para o desenvolvimento de várias doenças oculares, como:

  • Catarata;
  • Glaucoma;
  • Doença macular relacionada à idade;
  • Retinopatia.

Doenças Inflamatórias

As doenças inflamatórias tais como Lúpus, Doença de Crohn e artrite reumatóide, como o próprio nome diz, podem inflamar diversas partes do corpo, entre elas a região ocular.

A situação mais comum nas pessoas com esse quadro é a uveíte, uma inflamação que afeta a úvea, uma camada média do olho que é responsável pela nutrição da retina.

Dentre os sintomas estão: dor nos olhos, vermelhidão, sensibilidade à luz e visão turva. Em casos mais graves, a uveíte também pode levar à perda da visão.

Pressão Alta

A hipertensão é um risco para a saúde do corpo e também da visão. Isso porque a pressão alta afeta o sistema cardiovascular e, quando não controlada, pode afetar a visão.

As consequências mais comuns relacionadas à hipertensão são o descolamento da retina, hemorragia vítrea, obstrução de veias que irrigam a retina, catarata e glaucoma.

Se você sofre com alguma doença pré-existente, é essencial que mantenha o acompanhamento regular com o oftalmologista para evitar efeitos na sua visão.

O profissional irá orientar, realizar exames e prescrever medicamentos adequados e direcionados para cada paciente e de acordo com sua condição pré-existente.

Caso tenha alguma dúvida ou para agendar sua consulta, você sempre pode contar com a equipe do COA: entre em contato agende sua consulta!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × três =

Cadastre-se em nossa newsletter