Exames necessários antes de fazer a cirurgia de miopia

30 outubro, 2018     Nenhum comentário     tech_4dmin

mão segurando óculos de grau na frente de um prédio grafitado. fora do óculos está tudo embaçado, pelas lentes a imagem está nítida.

A miopia é um defeito refracional do globo ocular em que a pessoa vê objetos próximos com clareza, mas os que estão distantes ficam com a imagem borrada.

A boa notícia é que tratar e corrigir essa condição não é difícil. Com o uso de óculos ou lentes de contato é possível oferecer um melhor conforto visual ao paciente. Contudo, nem todo mundo se adapta a esses acessórios. Além do mais, eles demandam manutenção diária e trocas periódicas de grau.

Outra forma de tratamento, recomendada em muitos casos, é a cirurgia. O procedimento de correção é feito por meio de laser e indicado a pacientes com o grau de miopia estabilizado.

Para realizar dessa intervenção, o primeiro passo é consultar um médico especialista para confirmar o diagnóstico. Feito isso, o oftalmologista irá solicitar alguns exames necessários antes de fazer a cirurgia de miopia.

Miopia: exames essenciais para a cirurgia

Assim como qualquer cirurgia, a de miopia também não pode ser realizada sem que alguns exames sejam feitos. Os procedimentos têm o objetivo de verificar a curvatura da córnea, já que cada paciente possui irregularidades diferentes.

Pentacam

O Pentacam, também chamado de tomografia da córnea, é um dos exames mais importantes antes da cirurgia de miopia.

Ele faz uma leitura apurada da córnea, sendo fundamental no diagnóstico, avaliação e acompanhamento de uma série de doenças que afetam a porção anterior ocular.

Avaliação do fundo de olho

O exame de fundo de olho, realizado por meio da oftalmoscopia, faz parte do exame clínico e avalia as seguintes estruturas oculares: artérias, veias, nervo óptico, retina, cristalino, pupila, câmara anterior e mácula.

É um exame não invasivo que fornece informações importantes para a avaliação do paciente com doenças oculares que vai fazer algum tipo de cirurgia.

Mapeamento da retina

Esse exame deve ser realizado em todos os pacientes, em especial nos diabéticos, hipertensos, usuários de algumas medicações e em avaliação no pré e pós-operatórios, para a identificação de alterações que podem preceder um descolamento de retina.

Com esse exame é possível diagnosticar ou avaliar evoluções de doenças, como degenerações retinianas, doenças da mácula, tumores, oclusões vasculares, hemorragias e infecções.

Paquimetria ultrassônica

Exame que mede a espessura da córnea, que pode estar aumentada ou diminuída em diversas circunstâncias.

A Paquimetria é indicada nos casos de suspeita de Glaucoma, edema de córneas e pré-operatórios de cirurgias refrativas.

O exame é indolor e de rápida execução.

 

Vale lembrar que estes exames também podem classificar o paciente para a execução ou não do procedimento cirúrgico. Assim como outras cirurgias eletivas, a correção de miopia não é para “quem quer”, mas para quem tem resultados positivos a partir desses exames.

Antes mesmo de pagar pelo procedimento, você precisa estar em dia com esses exames – e outros que podem ser solicitados pelo seu oftalmologista.

Portanto, se você quer realizar a cirurgia de miopia, não deixe de consultar seu médico e seguir todas as orientações passadas por ele. Elas vão ser de extrema importância para o sucesso da sua recuperação.

Ainda tem dúvidas sobre os exames e o procedimento cirúrgico da correção de miopia? Entre em contato com o COA. Nossa equipe está à disposição para sanar seus questionamentos e, quando possível, atuar no seu abandono dos óculos de grau.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dez − um =

Cadastre-se em nossa newsletter