Lentes gelatinosas x lentes rígidas. Qual a melhor opção?

22 novembro, 2019     Um comentário     tech_4dmin

No decorrer da vida, muitas pessoas precisam utilizar óculos de grau. Para algumas, a adaptação é fácil e rápida, enquanto que, para outras, a tarefa não é tão simples. O cenário de adaptação torna a busca por métodos alternativos recorrente. Uma boa opção, nesse caso, é o uso de lentes de contato.

As primeiras lentes de contato surgiram na década de 1930, com versões que provocavam desconforto na hora de uso, principalmente por causa da rigidez do material. Para nossa sorte, com o passar dos anos, a descoberta de materiais melhorou a fabricação e tornou-as confortáveis. 

Atualmente, o mercado oferece dois tipos de lentes de contato: as rígidas e as gelatinosas. E quais são as diferenças entre elas?

Lentes de contato rígidas

A lente de contato rígida é indicada em casos muito específicos, como para correção de graus elevados e ceratocone, doença na qual o tecido da córnea se curva para fora em formato de cone.

A durabilidade desse tipo de lente pode ser de até um ano e a limpeza é bem simples. O desconforto que pode ocorrer o desconforto na hora de colocar e remover as lentes é mínimo, se comparado a seu benefício.

É necessário fazer um teste, acompanhado de um profissional capacitado, antes de iniciar seu uso.

Lentes de contato gelatinosa

As lentes gelatinosas são ideais para pessoas com olhos mais sensíveis e que possuem problemas como miopia, hipermetropia e astigmatismo. São mais práticas e confortáveis na hora de usar.

A limpeza deve ser mais elaborada, com cuidados diários, e sua duração pode variar de apenas um dia até um ano. Podem se dividir em descartáveis, permanentes, tóricas e feitas com silicone hidrogel.

As lentes gelatinosas descartáveis podem durar de forma mensal, quinzenal ou diária. Com isso, o risco de infecção é mais baixo e seu uso é mais prático. Já as permanentes tem seu descarte feito anualmente, mas a conservação deve ser feita com muito cuidado e higiene. 

As gelatinosas tóricas são específicas para casos de correção de astigmatismo e podem ter associação com a miopia ou hipermetropia. Já as de silicone hidrogel lubrificam os olhos durante o tempo de uso e são bem confortáveis.

Existem também as lentes coloridas, utilizadas de forma estética, podendo conter ou não algum grau. É importante testar e experimentar as cores antes de realizar a compra, pois as marcas de lentes coloridas têm diferentes possibilidades a quem opta por elas. 

Limpeza correta das lentes de contato

Independente da escolha da lente, uma coisa é certa: a limpeza deve ser feita de forma adequada. Aqui estão algumas dicas importantes para evitar qualquer dano à sua visão ao utilizar este aparato: 

  • Lave sempre as mãos antes de iniciar o processo de colocação e retirada das lentes;
  • Troque o estojinho com frequência;
  • Deixe as lentes guardadas em soluções apropriadas;
  • Guarde o estojo em um ambiente seco e seguro;
  • Limpe as lentes friccionando levemente os dedos na palma da mão;
  • Não misture as lentes, mesmo que o grau seja o mesmo;
  • Nunca durma de lentes de contato;
  • Não reutilize a solução antiga que ficou no estojo.

Seguindo essas instruções, os riscos de qualquer dano à visão diminuem. Isso torna a experiência de utilização de lentes de contato mais agradável e vantajosa.

Como saber se eu posso usar lentes de contato?

É sempre é bom lembrar que o uso das lentes de contato deve ser feito após a indicação de um oftalmologista.

No COA realizamos o Teste de Adaptação de Lentes de Contato (TLC). Esse procedimento é indicado a todos que querem utilizar lente, seja por motivo estético ou em casos nos quais os óculos não proporcionam acuidade visual suficiente. 

Outras razões podem ser: pacientes com ceratocone, pessoas submetidas a transplante de córnea e casos de cicatrizes e/ou opacidades corneanas.

O TLC é realizado por um técnico de adaptação de lentes e monitorado pelo oftalmologista. O procedimento pode ser repetido até que se encontre um par de lentes confortável para o usuário.

Quer colocar o grau da sua lente em dia, ou tirar alguma dúvida sobre a utilização das lentes de contato? Agende sua próxima consulta no COA!


Uma resposta para “Lentes gelatinosas x lentes rígidas. Qual a melhor opção?”

  1. Mirian disse:

    O correto fazer a ceratometria da córnea , onde você saber qual a melhor curva a ser adaptada para o paciente, depois que fizer a ceratometria ,acuidade visual , terá olhar na fenda se as lentes estão justa, larga ou normal para o cliente . Dependo dos casos precisar ajustar a curva base ou diâmetro das lentes de contato .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 4 =

Cadastre-se em nossa newsletter