Óculos ou lentes de contato? O que usar no dia a dia?

22 novembro, 2017     Nenhum comentário     tech_4dmin

Os defeitos de grau (miopia, hipermetropia, astigmatismo) incomodam muita gente há muito tempo, e a primeira solução para esse problema data de 1785, quando Benjamin Franklin inventou os óculos bifocais, para enxergar de longe e de perto.

Hoje, outras soluções são possíveis para estes problemas, como as lentes de contato e as cirurgias a laser. Acontece que nem todos os portadores de defeitos de grau podem fazer a cirurgia de correção definitiva, visto que ela depende de algumas características bem peculiares dos olhos de cada um (como a espessura da córnea, por exemplo), e aí restam as outras opções possíveis para o dia a dia: lentes de contato, óculos ou as lentes implantadas dentro dos olhos (lentes intraoculares).

Fica a pergunta: qual é a melhor opção?

Óculos x Lentes de Contato

 

Se utilizados da maneira correta, tanto os óculos quanto as lentes de contato podem melhorar significativamente a qualidade da sua visão. Contudo, como tudo na vida, cada escolha tem seu benefício e sua desvantagem.

No caso dos óculos, a vantagem é eles não estarem em contato direto com os olhos – o que diminui consideravelmente os riscos desse acessório para a saúde ocular. Essa é uma realidade desde os idos de 1700, quando este artefato foi criado: a menos que o grau das lentes esteja equivocado, os óculos são inofensivos, além de bem eficientes na solução do problema.

Outra boa vantagem é a possibilidade de escolher os óculos de acordo com seu estilo pessoal, já que hoje existem milhares de armações diferentes desenhadas para que eles se tornem também um item de moda, além de corrigir um problema visual.

Já a desvantagem principal dos óculos é o desconforto que eles podem causar à visão periférica, que fica distorcida pela distância entre os olhos e as lentes corretivas. Dependendo de quão incômoda essa sensação for, você poderá ter desconforto, cansaço visual e, até mesmo, dores de cabeça. Felizmente, o cérebro humano minimiza isto condicionando o usuário de óculos a sempre mover mais a cabeça para olhar pela região mais central das lentes, amenizando esta distorção.

E como a maioria de nós enxerga mal se não estiver com os óculos no rosto… acidentes podem acontecer e gerar prejuízos financeiros (só quem já se sentou em cima de seus óculos sem querer sabe do que estamos falando!). Praticar esportes com eles também pode não ser uma boa ideia…

Já as lentes de contato permitem a liberdade de se poder fazer exercícios físicos de qualquer natureza sem a necessidade de ter um acessório no rosto que pode cair a qualquer momento, ou até mesmo se quebrar após um impacto. Além disso, elas permitem uma melhor correção da visão, por não estarem distantes dos olhos – e também não causarem distorção da visão periférica, como ocorre com os óculos.

Por outro lado, só pode usar lentes de contato quem tem muita higiene e disciplina: a mínima sujeirinha no produto pode causar problemas graves de visão, até mesmo com perda do olho, se o seu uso for abusivo ou sem os devidos cuidados, sem contar o desconforto e a irritação que podem causar no seu uso diário.

Também é possível o uso combinado destes recursos para correção de defeitos de grau. Por exemplo, quem não consegue usar lentes de contato por tempo prolongado por ter olhos mais sensíveis ou pelas circunstâncias do seu ambiente de trabalho (poluição, ambiente muito seco, etc.), poderá usar óculos durante o dia e lentes de contato socialmente, para sair, ir a uma festa ou praticar o seu esporte preferido.

Para diminuir todos esses problemas, é preciso manter as lentes de contato limpas e só manuseá-las com as mãos e unhas igualmente limpas. Os usuários de lentes de contato também devem evitar ao máximo dormir com elas nos olhos e lubrificá-las sempre que possível, com soluções apropriadas indicadas pelo oftalmologista, principalmente se estiver em ambientes secos ou com ar condicionado (que facilitam o ressecamento natural dos olhos).

Em suma, se você tem algum defeito de grau, consulte o seu oftalmologista para saber qual é a modalidade de correção mais apropriada para o seu caso ou que melhor atenda às suas atividades profissionais e de lazer (esportes que pratica, etc.). Com tantas opções disponíveis hoje em dia, com certeza alguma alternativa haverá que satisfaça suas expectativas.

Quer verificar como estão os seus olhos (fundo de olho, pressão intraocular), se você tem algum defeito de grau que necessita correção e quais são as melhores alternativas para corrigi-lo?

Pré-agende sua consulta com um dos médicos do COA!

 

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 − quinze =

Cadastre-se em nossa newsletter