Proteja-se da conjuntivite no verão!

20 janeiro, 2021     Nenhum comentário     tech_4dmin
conjuntivite

A young girl suffering from pink eye. Horizontal colour image. Natural light. To see other images of this model please click here.

Você já reparou que algumas patologias têm época certa para se manifestar? Assim como problemas respiratórios são mais comuns no inverno, a conjuntivite é famosa por aparecer no verão.

A estação mais quente do ano traz o aumento de casos dessa que é uma doença contagiosa. A conjuntivite tem esse nome por causar inflamação na conjuntiva, sendo transmitida por contato direto ou mergulhos em praias e piscinas.

A conjuntiva, por sua vez, é a membrana transparente que reveste a área branca dos olhos. Ela pode sofrer com conjuntivite provocada por vírus ou bactérias, sendo propagada através da exposição excessiva à fumaça, poeira, ar condicionado, exposição prolongada ao sol, produtos químicos, como o cloro da piscina, e aglomeração de pessoas.

A conjuntivite pode incomodar bastante, causando os seguintes sintomas:

  • Olhos vermelhos;
  • Lacrimejamento;
  • Sensibilidade à luz;
  • Prurido – sensação de ter algo nos olhos;
  • Pálpebras grudadas ao acordar;
  • Secreção amarelada nos cantos dos olhos;
  • Irritação e ardência;
  • Coceira;
  • Inchaço.

Maneiras de evitar a conjuntivite

Por ser uma condição causada por vírus ou bactérias, muita gente acha que não existem formas de se precaver, já que é possível se contaminar pelo ar. Mas não é bem assim.

É claro que evitar por completo o contato com os causadores da doença é praticamente impossível, principalmente no verão – em que, em anos comuns (sem isolamento social), os ambientes estão sempre lotados.

O jeito então é adotar medidas de prevenção que ajudam a diminuir o contágio.

Veja algumas que nosso corpo clínico sugere:

  • Lavar sempre as mãos antes de tocá-las nos olhos;
  • Evitar coçar os olhos;
  • Não compartilhar itens de uso pessoal, como travesseiros, toalhas, maquiagem e óculos;
  • Evitar o contato intenso com poeira e fumaça;
  • Usar óculos de mergulho para nadar.

E, claro…

… busque ajuda médica

Se você sentir algum desconforto nos olhos, não se automedique: procure logo ajuda médica.

Os sintomas apresentados podem ser de conjuntivite mas, também, estarem relacionados a outras patologias, como irritação da lente de contato, corpo estranho ou inflamação.

A consulta com o oftalmologista é essencial para avaliar os sinais que identificam a conjuntivite, possibilitando a detecção precoce e o tratamento. A partir da terapia certa o paciente sente melhora no desconforto e ainda protege as pessoas ao seu redor.

Nós do COA queremos que você curta o verão em isolamento da forma mais saudável possível. Por isso, se precisar de uma consulta de emergência, entre em contato com a gente. Estamos fazendo atendimentos de emergência e rotina a partir de rígidos protocolos de segurança em saúde. Por isso, pode contar com a gente.

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 − 4 =

Cadastre-se em nossa newsletter