Protetor solar pode causar alergia nos olhos?

19 janeiro, 2024     Nenhum comentário     tech_4dmin

mulher parda jovem e sorridente tem duas marcas de protetor solar no rosto para ilustrar artigo sobre a relação entre o produto e a alergia nos olhos

Uma coisa é fato: o uso diário de protetor solar é essencial para a saúde da pele, principalmente no verão. Mas, será que ele pode causar alergia ocular? 

Algumas pessoas têm relatado experiências desagradáveis relacionadas ao uso do produto, especialmente quando se trata de alergias nos olhos. Contudo, é importante esclarecer que, em sua essência, o protetor solar é formulado para ser seguro e suave para a pele. 

Os ingredientes ativos geralmente incluem substâncias químicas como óxido de zinco ou dióxido de titânio, que são conhecidas por sua eficácia na proteção contra os raios UV. 

Algumas pessoas podem desenvolver sensibilidades a determinados componentes, desencadeando reações alérgicas. É essencial saber o que fazer nesse momento, e ter um especialista a quem recorrer caso as coisas saiam um pouco de controle.

É sobre isso que falaremos a seguir! Continue a leitura.

Então, qual é a relação entre protetor solar e alergia nos olhos?

A região ao redor dos olhos é particularmente sensível, tornando-a propensa a irritações. Se você notar vermelhidão, coceira, inchaço ou lacrimejamento excessivo após aplicar o protetor solar na área facial, é possível que você tenha uma alergia. Nesses casos, é crucial identificar os ingredientes responsáveis pela reação alérgica.

Para minimizar o risco de alergias nos olhos, considere optar por protetores solares específicos para o rosto, formulados com ingredientes mais leves e adequados para a pele sensível. Além disso, escolher produtos rotulados como “livres de fragrâncias” pode ser uma estratégia eficaz, pois fragrâncias podem ser potenciais desencadeadores de alergias.

É fundamental realizar um teste de patch antes de aplicar um novo protetor solar no rosto, especialmente se você tem histórico de sensibilidade cutânea. Aplique uma pequena quantidade do produto na parte interna do antebraço e observe qualquer reação nas próximas 24 horas.

Cuidados para evitar alergia nos olhos

Assim como ocorre com a maquiagem, o protetor solar pode causar certos problemas em contato com os olhos, como irritação, alergia e até um quadro de conjuntivite tóxica. Por isso, é importante tomar alguns cuidados ao fazer a aplicação do produto na região das pálpebras: 

  • Procure utilizar um protetor solar com consistência mais cremosa ou à prova d’água, que não escorra com facilidade;
  • Passe pouco produto na região dos olhos e reforce a proteção solar com óculos escuros, viseiras, bonés e chapéus;
  • Em alguns casos, é recomendado o uso de um protetor solar específico para a região dos olhos, devido a algum tipo de sensibilidade e/ou indicação médica.

Se, mesmo seguindo essas dicas, você sentir quaisquer sintomas, lave os olhos abundantemente com água, interrompa o uso do protetor solar e procure um médico oftalmologista e/ou dermatologista para indicar o melhor produto para o seu caso!

Precisando colocar seu check-up ocular em dia? Agende seu horário no COA! 




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − dezenove =

Cadastre-se em nossa newsletter