Terçol: o que causa, sintomas e tratamentos

26 junho, 2023     Nenhum comentário     tech_4dmin

Neste artigo você vai entender o que é o terçol, quais são as suas causas e sintomas e as formas de tratamentos e cuidados preventivos.

O terçol é uma inflamação na região ocular que possui um sinal bem característico: uma lesão em forma de nódulo que aparece na borda da pálpebra, inferior ou superior, bem próxima aos cílios.

Também conhecido como hordéolo, o terçol é uma infecção bacteriana das glândulas sebáceas localizada na raiz dos cílios.

Embora seja desconfortável e muitas vezes dolorido, a condição não é grave. Porém, isso não dispensa o tratamento adequado para melhora do quadro.

De maneira geral, ela surge como uma leve irritação nos olhos, um incômodo ao piscar e tocar o local.

Contudo, caso o paciente não siga um tratamento, o nódulo tende a crescer e inflamar cada vez mais, causando dor e inchaço na pálpebra.

Quais são os tipos de terçol?

Mesmo que o terçol seja uma condição que afeta as pálpebras, a inflamação nem sempre é a mesma. Assim, podemos classificá-la em três tipos:

  • Externo: ocorre quando há infecção das glândulas de Zeiss que estão associadas aos cílios. Neste caso trata-se de uma lesão mais superficial, com tendência a crescer e possibilidade de criar pus;
  • Interno: ocorre dentro da pálpebra, sendo causada por uma infecção em uma glândula produtora de óleo. O seu crescimento é mais lento, porém são mais dolorosos que os externos;
  • Calázio: protuberância inchada na pálpebra causada por uma inflamação das glândulas de Meibomius. Costuma ser indolor e de crescimento lento.

Quais são as causas do terçol ?

Uma das primeiras perguntas que um paciente com terçol faz em uma consulta médica é: como eu peguei isso?

Por isso, é importante entender quais são suas causas, já que isso pode ajudar na prevenção e cuidados, confira:

  • Baixa imunidade: quando se está estressado, agentes infecciosos atacam mais facilmente nosso sistema, favorecendo o desenvolvimento de inflamações como o terçol;
  • Blefarite: doença que causa inflamação na área onde nascem os cílios e que é uma das causadoras do terçol;
  • Maquiagem: a remoção inadequada da maquiagem pode provocar terçol, já que restos de produtos ficam depositados nos cílios e em toda região ocular;
  • Mau funcionamento das glândulas sebáceas, inclusive relacionada à peles com excesso de oleosidade;
  • Infecção bacteriana: a maioria dos terçóis é causada pela bactéria staphylococcus aureus, que normalmente vive na pele e no nariz.

Quais são os sintomas do terçol?

O aparecimento de um pequeno caroço na pálpebra, similar a uma espinha inchada, faz com que o aparecimento do terçol seja facilmente notado.

No entanto, existem outros sintomas que também podem surgir e que precisam ser destacados, tais como:

  • Nódulo na pálpebra que pode ser grande ou pequeno;
  • Presença de pus;
  • Inchaço e vermelhidão;
  • Sensibilidade ao toque;
  • Fotofobia;
  • Dificuldade de fechar a pálpebra;
  • Visão embaçada;
  • Sensação de corpo estranho no olho;
  • Lacrimejamento.

Esses sintomas são bem desconfortáveis e podem deixar o paciente irritado. Contudo, é nesse período que os cuidados devem ser redobrados, para evitar o agravamento da doença.

A seguir, confira os cuidados recomendados para pacientes com terçol:

  • Evite tocar o local afetado, já que a mão é um transmissor de sujeiras e pode piorar ainda mais a infecção;
  • Evite o uso de lentes de contato, já que elas podem irritar os olhos e piorar o processo inflamatório;
  • Dê um tempo na maquiagem, as partículas presentes nos produtos também irritam os olhos. Além disso, pincéis são fontes hábeis de contaminação;
  • Nunca fure ou esprema o terçol;
  • Evite usar medicamentos como pomadas e colírios por conta própria.

É importante lembrar que com o tratamento adequado, o terçol dura em média de 3 a 7 dias. Caso não seja necessária intervenção medicamentosa, a inflamação desaparece sozinha numa média de 15 a 20 dias.

Como devo tratar o terçol?

O terçol pode ser tratado com algumas medidas simples para trazer mais conforto ao paciente, além de estimular a cura.

Entre os procedimentos mais utilizados no tratamento do terçol, podemos destacar:

  • Compressa morna: aplicada sobre a área afetada, ela alivia o incômodo, reduz a inflamação e promove a drenagem do pus;
  • Mantenha o local higienizado, lavando com xampu neutro infantil ou uma solução indicada pelo médico;
  • O oftalmologista pode prescrever pomadas ou colírios a base de antibióticos para ajudar no tratamento da infecção;
  • Em alguns casos, pode ser necessária a drenagem do terçol por meio de procedimento específico.

Se você está com sintomas que indicam o terçol, recomendamos que consulte o oftalmologista. Com o tratamento adequado, o desconforto diminui e a recuperação será mais rápida, evitando assim quaisquer complicações.

Nesse caso, você sempre pode contar com os profissionais do COA, que estão prontos para realizar os exames necessários e passar as orientações para os procedimentos que podem ser realizados em casa. Entre em contato com a gente e marque sua consulta!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 + 19 =

Cadastre-se em nossa newsletter