Você já ouviu falar em celulite periorbital?

14 maio, 2022     Nenhum comentário     tech_4dmin

celulite periorbital

Quando se fala em celulite, logo pensamos nos furinhos indesejáveis na pele que acometem principalmente as mulheres, mas o termo pode ser mais amplo do que a gente pensa.

No sentido oftalmológico, a condição não tem nada a ver com estética! A celulite periorbital é uma inflamação que afeta os olhos e a região em volta deles, atingindo com frequência crianças do sexo masculino, com até 10 anos de idade.

Entenda a celulite periorbital

A celulite periorbital é uma doença que atinge a pálpebra, não envolvendo estruturas oculares como gordura e músculos. Na maioria das vezes, a enfermidade é causada por uma infecção que se alastrou para a órbita, vindo dos seios nasais – como uma sinusite não tratada corretamente, por exemplo.

Contudo, ela também pode se originar de traumas e pela entrada de bactérias por ferimento causados por picada de insetos ou mordida de animais. Finalmente, a celulite periorbital pode aparecer em decorrência de outras doenças, como varicela, calázio, dacriocistite, sinusite ou infecção facial.

O diagnóstico da celulite periorbital não é muito simples, já que os sintomas se assemelham à conjuntivite e ao edema alérgico.  Além disso, há similaridade com a celulite orbitária que, apesar do nome parecido, são doenças diferentes e necessitam de tratamentos distintos.

A título de conhecimento, a diferença entre a celulite periorbital e a orbital está na posição em que acontece a infecção. Enquanto a primeira ocorre na porção anterior, a orbitária atinge os tecidos da órbita posterior.

Os principais sintomas da celulite periorbital incluem:

  • Inchaço das pálpebras, que pode dificultar a abertura dos olhos;
  • Febre;
  • Dor local;
  • Vermelhidão;
  • Visão dupla;
  • Dificuldades para enxergar;
  • Rubor ou pigmentação nas pálpebras.

Diagnóstico e tratamento

O diagnóstico é realizado por meio de uma avaliação clínica. O médico oftalmologista vai fazer uma avaliação do trauma com o objetivo de detectar reações alérgicas, picadas de insetos, tumores e inflamações.

Caso não seja o suficiente, existe a possibilidade de realizar uma tomografia computadorizada com contraste das órbitas e seios da face para fechar o diagnóstico.

O tratamento indicado para esse caso é feito com antibiótico intravenoso e a continuação da terapêutica via oral em casa pelo tempo determinado pelo médico. É claro que cada caso é um caso, por isso a necessidade de um diagnóstico mais detalhado para prescrever a medicação correta e de acordo com a saúde do paciente.

A celulite periorbital é mais frequente em crianças e o diagnóstico precoce, bem como o tratamento adequado, são importantes, já que o quadro pode provocar cegueira e outras complicações.

Se sua criança apresenta algum desses sintomas, não espere mais tempo para procurar ajuda.

Aqui no COA (Centro de Oftalmologia Avançada) nossos profissionais estão aptos para avaliar todos os aspectos da condição ocular, realizar todos os exames e entrar o mais rápido possível com o tratamento. Entre em contato com a gente e marque sua consulta!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis + 18 =

Cadastre-se em nossa newsletter